Buscar
  • Carlos Sperandio

Plano de Enfrentamento do Covid-19 - Curitiba-PR

versão editada e corrigida em 06-04-2020 - 11h15m


Um de meus grandes amigos, o Fabio Aquino Vieira, habilmente me deu um xeque-mate numa conversa esse final de semana: ok, Carlão (ele fala com um jeito único!), e se você pudesse assumir a Coordenação Municipal do Núcleo de Enfrentamento da Crise do Novo Coronavírus, como você faria?

Primeiro, uma constatação. Não há dúvida que ficar do lado de cá da tela, emitindo pareceres semi-técnicos em forma de posts, torna a Guerra algo intangível. O planejamento real para o enfrentamento dela, então, algo até incoerente de ser feito.

Sei disso e, mesmo agora que o barulho da sirene do tsunami diminuiu e a água começou finalmente a bater nas nossas canelas, continuo não tendo nenhuma certeza se o que vou me arriscar a colocar aqui é o certo. O que me tranquiliza é que ninguém, em nenhum nível de graduação ou publicação, tem certeza de nada. A evidência vem sendo construída dia após dia.

Então como pode você ter essa coragem?

Em época de Guerra cada um vai à batalha com as armas que tem. Sempre digo que como não sei cantar, nem desenhar, sequer dançar; então só me resta escrever! Eu dividiria a estratégia de enfrentamento do inimigo invisível em 3 linhas principais, a contar do momento que estamos vivendo agora, na semana entrando no dia 06 de abril de 2020 no estado do Paraná, com foco específico na região de Curitiba:

LINHA 1 - PREVENÇÃO - CONHECENDO O INIMIGO

- identificação de todos os indivíduos do grupo de risco e isolamento respiratório - "como eu posso pegar o vírus" e "como devo me comportar se apresentar sintomas"

- educação sanitária para comunicantes - "como eu posso passar o vírus" e "como evitar o contágio da minha família"

- campanha maciça de como usar o álcool 70 e a máscara artesanal - pensou em tocar o rosto = desinfetar as mãos

- fornecimento de máscaras e álcool 70 para todos

LINHA 2 - ESTRATÉGIAS DE ISOLAMENTO - COMO PODEMOS COMBATER O INIMIGO

- sem aglomerações

- sem aulas

- sem restaurantes por quilo

- comércio aberto para todos que consigam operar sem aglomerações - estabelecer regras de controle de número de pessoas em supermercados e lojas de departamentos

- máscaras para todos - uso obrigatório por força de lei quando em áreas de circulação

- afastamento dos sintomáticos respiratórios - por 14 dias sem testes ou covid positivo e por 4 dias se covid negativo

- monitoramento das fronteiras da cidade - usar tecnologia de celular - só entra na cidade quem preencher questionário de saúde - instituição de controle de alfândega sanitária por amostragem com medição de temperatura

- controle estrito da ocupação dos sistemas de saúde, se houver tendência de sobrecarga - aumenta o isolamento - novo fechamento completo do comércio, revisão de estratégias

- estímulo de transporte não coletivo - incentivo para caronas compartilhadas, aluguel de carros, motoristas de aplicativos

- não gastar recursos com lavagem de ruas e calçadas - falta de comprovação científica

- desestimular o uso de luvas - servem somente para espalhar a sujeira

- visitas domiciliares pelas equipes da saúde da família nos domicílios com pessoas em risco - verificar isolamento respiratório, promover educação em saúde, fornecer máscaras e álcool 70

LINHA 3 - TRATAMENTO - COMO LIDAR COM NOSSOS FERIDOS (DOENTES)

- educação populacional maciça dos sinais de alerta - busca precoce pelo tratamento

- identificação rápida dos casos com potencial de evolução mais grave + tratamento específico com a melhor evidência disponível (lembrar que muda diariamente)

- hot line para dúvidas e direcionamento dos casos leves - entrega domiciliar de antipiréticos (remédios para febre - paracetamol e dipirona)

- tomografia precoce - disponibilizar todos os tomógrafos da cidade - evidências recentes tornam a tomografia mais relevante que a identificação viral para início de tratamento precoce

- acompanhamento whatsapp ou telefone nos casos leves

- cadastro dos curados - identificados por QR code no celular para livre circulação

- testes para todos os suspeitos - e se disponíveis em escala - em amostragem para definição do perfil de imunidade da população




364 visualizações

Fale conosco + 55 41 99979 2120

Nossas mídias

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Instagram

© 2019 by Dr Carlos Sperandio. Proudly created with Wix.com