Fale conosco + 55 41 999103955

Nossas mídias

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Instagram

© 2019 by Dr Carlos Sperandio. Proudly created with Wix.com

Buscar
  • Carlos Sperandio

Covid-19 - é guerra!



A sensação que nós médicos estamos vivendo no meio dessa pandemia é algo que tentarei passar em palavras, mas não sei se conseguirei. Parece que estamos indo ao campo de batalha. E estamos! Nunca antes a minha geração teve um chamamento tão forte como o que ocorre agora. Poderemos fazer a diferença sendo médicos!


É certo o que ocorrerá. Teremos centenas, possivelmente milhares, de casos nas próximas semanas. É o comportamento do vírus frente a sociedades coletivamente desprotegidas como a nossa. A nós, médicos, cabe prepararmos nossos hospitais e nosso cotidiano para oferecer o melhor para cada fase da expansão do corona.


Somos nós que estamos instrumentalizando os governantes na tomada das decisões sobre suspensão de aulas e aglomerações. Somos nós que estamos os orientando sobre o não comparecimento de casos banais nos pronto-atendimentos. Somos nós que estamos implorando para que nossos idosos não se exponham ao contágio do vírus.


Eu me emocionei algumas vezes hoje. Uma delas foi no vídeo do prefeito de Curitiba, Rafael Greca. Ele demonstrou sabedoria na maneira como liderou o plano de enfrentamento da crise divulgado há algumas horas. Assista:



Outra foi na organização que estamos fazendo em nossos hospitais. Abrindo espaços novos para cuidar dos pacientes com queixas respiratórias. Prevendo espaços de UTI para os mais graves que extrapolem a nossa até então capacidade instituída. Modificando fluxos para que possamos preservar o atendimento daqueles que apresentam as outras doenças. É muito gratificante ver o esforço das pessoas iluminadas com que temos a alegria de conviver.


Finalmente, me emocionei agora ao escrever essas linhas. Meus pacientes idosos são o maior grupo de risco, o que inclui algumas das pessoas que eu mais tenho ligação afetiva nos últimos anos. Ver os olhos deles em meio ao desconhecido me arrepia. O que posso fazer para ajudar HOJE? Carlos, a resposta está soprando no vento (obrigado, Dylan!). Ajude a todos a:

- afastar os idosos de qualquer possibilidade de contágio; isolamento domiciliar e todas as pessoas que prestam serviço ou visitam a eles devem manter distância de um metro, usar a etiqueta da tosse quando necessário (lembrando que o melhor é não ter contato se apresentar tosse), utilizar utensílios domésticos separados dos dos idosos, e usar e abusar das lavagens de mãos e do álcool 70%!

- isolar-se! - se você estiver com sintomas gripais. Deixe o vírus morrer com você, ele não é mico para passar pra frente! Ainda mais se você estiver se sentindo bem. Se houver piora do estado geral, febre alta, falta de ar, aí sim você deve procurar o Pronto Atendimento.

- usar paracetamol 500 ou 750 até 4x dia e / ou dipirona 500 ou 1000 mg até 4 x dia (se não houver história de alergia) para tratar os sintomas leves dos resfriados. Não usar ibuprofeno! Casos leves podem ser tratados com auto-medicação!

- usufruir dos serviços remotos para tirar dúvidas. Se tiver um médico de confiança ligue pra ele. Se for usuário do SUS, use os telefones disponíveis pela prefeitura (em Curitiba, o número (41) 3350-9000 foi ativado pela prefeitura nesta sexta-feira (13). Há atendimento das 8h às 23h todos os dias da semana e também aos fins de semana).

Vamos juntos! De mãos virtualmente dadas, ligadas pelo perfume característico do álcool 70 que passaremos durante toda a jornada! Essa guerra faço questão de batalhar até o fim! Contem comigo! PS 1 - tem um botão de login / registre-se ali em cima à direita que permite cadastro do seu endereço de e-mail para que possamos enviar aviso de quando publicamos algo novo! PS 2 - estamos com Hot Site especial sobre covid-19 ... apareçammmm www.carlossperandio.com/coronavirus

514 visualizações1 comentário